Corona diaries #4

[Você pode ler ao som de wanderlust – Marika Hackman]

O dia amanheceu tão bonito. Com a primavera que se aproxima, o sol começa a despertar mais cedo. Nas minhas primeiras horas despertas de hoje ele chegou a arder os olhos, uma raridade nos Países Baixos. A santa ironia de não chover e termos um céu azul desses justo quando não podemos sair. Tomamos um café da manhã preguiçoso e decidimos fazer um rápido passeio de bicicleta para absorver um pouco do sol e respirar um pouco antes que anunciem um lockdown por aqui. Eu sei, não deveríamos… e eu não deveria ficar me justificando ou fazendo mea culpa, mas precisávamos de um respiro e de uma breve sensação de que tudo está sob controle. Sendo a sensação falsa ou não. Enganar-se com falsas esperanças ainda é uma alternativa, cada um faz o que está ao se alcance e por aí vai.

Somos dois, evitamos aglomerações, retornamos em tempo de preparar algo gostoso para o almoço. Nicolas fez um Poke. Às 16h tinha um encontro marcado com duas amigas no WhatsApp mais próximo. Participei do Podcast Conversa de Adulto, criado pela minha amiga Fernanda Lopes, junto com a Maíra. Nós três nos formamos em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, em 2012, e seguimos rumos distintos em nossas carreiras. A origem do nome deste blog, por sinal, foi ideia da Fer. Ninguém quer sufocar ninguém com dicas-do-que-se-fazer-durante-a-quarentena, mas caso você queira uma dica de leitura, ela é co-autora de Lute como uma garota: 60 feministas que mudaram o mundo. Enquanto nossa colaboração não vai ao ar, você pode conferir os três primeiros episódios. Para podcasts chamamos de “episódio” também? Fica a questão. Foi uma delícia participar e aproveitar a ocasião para conversar com pessoas que possuem um cantinho reservado no meu coração e que não vejo há tanto tempo.

Em contrapartida à essa troca rica e animadora de experiências, tenho uma amiga francesa com sérias dificuldades para superar o término de seu namoro. Antes de conhecer meu companheiro, fui solteira por dez anos. Isso mesmo, você não leu errado: uma década aprendendo a conviver de forma harmoniosa com a minha própria companhia e sem grandes perspectivas de encontrar alguém para compartilhar minhas loucuras. Gosto de brincar que Nicolas foi meu presente por ter tirado o melhor que pude dessa experiência de tantos anos fazendo tudo sozinha. Tive meus encontrinhos e tentativas de me relacionar com outros caras no meio do caminho, levei tanto pé na bunda… cada término me deixou mais forte. Ser rejeitada não é fácil, a gente sofre mesmo. Porém tenho sérias dificuldades em aconselhar a amiga em questão pois do que acompanhei do relacionamento o cara nunca foi essa coca-cola toda. A moça escreveu uma carta de “despedida oficial” para o ex, e a resposta dele veio nesta linda tarde de sábado – e claro, não foi como ela esperava. Passamos uma hora ao telefone enquanto eu tentava consolá-la. Estou há quase dois meses tentando ajudar, embora tudo que eu diga pareça passar batido. Em certa medida acabo por exercitar um bocado de empatia: como não sofrer com o coração partido em tempos de confinamento, ainda mais quando você não tem um emprego ou um mestrado para ocupar sua cabeça? (Aceito sugestões)

Vi uma notícia sobre um grupo de elefantes que « invadiu » uma província e se empanturrou de milho e vinho (!). Estranhei, dada a descrição dos fatos, e fui atrás de mais informações. As fotos são de fato adoráveis, mas a verdade é que a quarentena alimentou o potencial criativo de muitas pessoas e temos aí grandes ficcionistas em ação.

Vamos fechar nosso sábado com uma versão em Anime de Altered Carbon que acabamos de encontrar na Netflix. Terminamos a segunda temporada há pouco tempo, que por sinal não é tão boa quanto a primeira, mas gosto bastante da série. Não é tão ruim assim ficar confinada quando consigo encontrar escapismos na ficção ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s