Será que volto?

Bateu saudade de mim. Desse compromisso descompromissado de vir aqui e escrever qualquer coisinha. De pensar em pautas, de compartilhar umas reflexões aleatórias vez ou outra. A internet nos engoliu de vez, as pessoas abandonaram os blogs aos poucos e viraram adeptas das newsletters (eu inclusa), depois acharam por bem viver de rede social e isso lhes basta. Ninguém conversa mais, a gente passa seis meses e enventualmente um ano sem trocar uma palavra com alguém. So it goes, como diria Kurt Vonnegut em seu Matadouro 5 (excelente livro inclusive). Longe de mim querer jogar a culpa em outrem, sinto que também sucumbi. Mesmo não me sentindo confortável, como se tivesse sido algo imposto. Bref. Senti falta. Pode ser que volte a escrever para além dos muros, redigir mais textos para ninguém ler. Quem sabe?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s